<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=378294832364035&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Blog

Redução do custo logístico no distribuidor em 4 dicas práticas

Por Fabricio Santos em 22 de Setembro de 2016

Redução de custo logístico

A pesquisa da Fundação Dom CabralCustos Logísticos no Brasil 2015 aponta que os custos logísticos do país consomem 11,73% da receita das empresas. Por isso, a atenção dispensada ao sistema de gerenciamento de armazém, incluindo a armazenagem, gestão dos pedidos, transporte e qualificação da mão de obra está sempre no radar do gestor do Centro de Distribuição (CD).

Fazer uma boa gestão logística significa, em última instância, reduzir custos no atacadista distribuidor, certo? Ao mesmo tempo, buscar incessantemente a operação perfeita para que os pedidos sejam enviados corretamente, no menor tempo possível e chegando com qualidade total ao cliente, é um desafio com que os profissionais do setor lidam diariamente.

A boa notícia é que há meios de facilitar essa tarefa! Conheça agora quatro práticas para garantir mais precisão na entrega, dentro do prazo acordado com o cliente e, ainda assim, com o menor custo: 

1. Organizar o depósito

O primeiro passo para a redução do custo logístico é organizar o CD, otimizando o espaço físico ao máximo e fazendo com que o separador tenha sua circulação facilitada. Com isso, ele ganha agilidade na montagem do pedido e evita retrabalhos. Para que essa dinâmica ocorra é importante estabelecer uma regra de armazenagem dos produtos (seja paletizada ou setorizada), com o objetivo de:

  • Ter uma lógica na organização para que os funcionários possam se orientar melhor, sem ter que “adivinhar” onde está o produto;
  • Poder montar um mapa de separação eficiente, evitando que o separador volte à mesma rua diversas vezes;
  • Garantir que não ocorram avarias nos itens, pois sua acomodação precisa ser pensada de acordo com suas dimensões e seu giro de estoque.

Além disso, o pulmão, sempre que possível, deve ficar próximo à área de pega, para facilitar a reposição dos produtos com o menor deslocamento.

2. Agilizar reposição do picking

O dono da rua é o profissional que se ocupa de garantir essa reposição e precisa estar sempre atento. Se alguma mercadoria atinge o nível mínimo estipulado para a área de apanha ele precisa agir preventivamente, reabastecendo o local. Com o pulmão próximo, essa atividade é realizada em pouco tempo, evitando cortes na montagem dos pedidos e retrabalho para o separador, o que impacta na qualidade da entrega e no prazo acordado com o cliente.

No momento de colocar a mercadoria no picking, o dono da rua precisa ainda observar os critérios de priorização, como a curva ABC de produtos, data de validade e First In, First Out. Já o separador deve ter o cuidado de usar as etiquetas de código de barras para identificação de paletes, volumes e caixas ainda na separação, para que não ocorram trocas nos pedidos que vão se acumulando perto do conferente.

3. Fazer a conferência cega

Depois do pedido separado, embalado e etiquetado, é hora de o conferente checar e dar o “ok” final antes de carregar o caminhão. Esse processo pode ser muito lento quando é preciso checar item a item e comparar com o pedido impresso manualmente. No entanto, a conferência cega da carga permite identificar as divergências no ato e avisa quando o pedido está completo e pode ser levado para o transporte. Se houver qualquer ajuste a ser feito, o pedido deve ser retirado da área de conferência e encaminhado para a área de pendências.

4. Criar uma área de pendências

Preparar uma equipe para corrigir erros nos pedidos depois da conferência cega é um ganho para o atacadista distribuidor, pois esse time efetua todas as ações necessárias para a conclusão do pedido. A equipe especialista ainda ajuda na identificação dos principais entraves encontrados dentro do CD para a montagem do pedido perfeito e pode contribuir muito com a solução das dificuldades operacionais.

Com estas dicas práticas, o gestor pode focar na redução do custo logístico dentro do CD e ampliar a qualidade da entrega para os clientes, em um ciclo de excelência no atacado distribuidor:

ciclo de excelência no atacado distribuidor

Automação no centro de distribuição - Baixe o infográfico

Categorias: Logística

Fabricio Santos - PC Sistemas
Postado por Fabricio Santos

Gestor de Oferta - Logística Avançada

Automação no centro de distribuição - Baixe o infográfico
Descubra onde estão suas perdas financeiras - Baixe agora grátis